exercicios-terceira-idade-1

Com certeza você, algum amigo ou parente conhece ou ja viu algum idoso que tem dificuldade de locomoção, já caiu ou sofreu alguma fratura durante o envelhecimento.

Existem diversos fatores que causam a queda de qualidade de vida na terceira idade, devendo haver uma abordagem multidisciplinar global da saúde do idoso. Um fator que chama a atenção é a sarcopenia, caracterizada pela perda progressiva e constante da massa muscular no ser humano, que acomete até 70% das pessoas acima de 60 anos( Morley, John E. et al, Sarcopenia with limited mobility: An international consensus), sendo que existem diversos níveis a serem avaliados, por diversos métodos que incluem força de preensão palmar, velocidade de marcha entre outros.

Na prática, é muito fácil identificar o idoso com limitações( não só a sarcopenia, pois devem ser excluídas outras doenças comuns como demências, parkinson, problemas cardíacos entre outros). A diminuição da velocidade de marcha, a dificuldade de executar um simples ato como levantar-se de cadeira e da cama são indicativos. Um passado de vida sedentário( menos de 150 mins de atividades fisicas por semana segundo a Academia Americana de Medicina do Esporte – ACSM guidelines 2014), deficiência hormonal esperada para idade, também são causas comuns.

Junto com a osteoporose, a sarcopenia são causas indiretas de mortalidade em idosos. Sim, pessoas morrem devido a isso. Mas por quê? Um idoso com pouca massa muscular e com sua perda progressiva perde reflexos, força, equilíbrio. Um simples tropeço causa um estrago enorme e permanente na qualidade de vida, pois ao ocorrer uma fratura( fêmur e punho são as mais comuns) o paciente pode estar condenado a complicações inerentes à idade, independente do sucesso da cirurgia.( SBOT – Prevenção de quedas em idosos).

img22

                 Figura retirada de Labronici et al. Rev bras ortop. 2015;5 0(1):30-37

Qual o papel do ortopedista nessa abordagem?

O ortopedista tem a formação para avaliar o grau de força muscular, doenças articulares e limitações físicas, em equipe multidisciplinar que consiste no geriatra, nutricionista, fisioterapeuta e educador físico e prescrever o tratamento correto de acordo com as limitações apresentadas. Na maioria das vezes, um conjunto de exercícios simples, que em 6 semanas já se notam resultados consideráveis na função e qualidade de vida do idoso, desde que acompanhados do fisioterapeuta com formação em reabilitação funcional para terceira idade.

A Clínica Afrat possui a estrutura para reabilitação ortopédica da terceira idade, com profissionais qualificados.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *